Sileno Guedes: “A aliança no Recife vai passar pelo presidente Lula”

Vira e mexe e o PT cobra a vice na chapa do prefeito do Recife e candidato à reeleição João Campos (PSB). A presidente nacional da legenda, Gleisi Hoffmann, já cobrou. O presidente estadual, deputado estadual Doriel Barros já cobrou. O senador Humberto Costa já cobrou. A também senadora Teresa Leitão já cobrou. Ou seja, todo o PT já cobrou. E o PSB sempre saia pela tangente. No entanto, o presidente estadual socialista, Sileno Guedes, apontou qual caminho que a discussão tomará. Segundo ele, a eleição no Recife vai passar pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em entrevista ao marciodidier.com.br, Sileno afirmou que a aliança no Recife, qual o tamanho, a forma e o desenho final dela passará pelo líder petista.

“Vai passar muito pelo presidente Lula. Ele teve aqui acho que mais ou menos um mês atrás, né? Sentou com João e conversaram, né? Marcaram de fazer uma conversa específica sobre a política de uma forma geral. Essa formação aqui do Recife ela não vai ser uma arrumação simplesmente local”, destacou Sileno Guedes.

Ele acrescentou que toda a discussão passa por um debate maior, como na Região Metropolitana.

“Não é simplesmente o desejo do PSB ou no desejo do prefeito. Acho que passa pelo por esse grupo esse grupo que tá que tá estudando. Que o PSB faz parte, junto com o PT, a Federação. Esse grupo eleitoral que está formada nele nacional e vai passar sobretudo pelo presidente Lula. Eu acho que o Lula vai, como ele próprio disse naquela noite que se encontrou com João, que ele vai tratar do Recife”, colocou Sileno.

Olinda

Sobre outro possível interesse comum do PSB e a federação formada pelo PT, PcdoB e PV, o líder socialista afirma que a sigla só vai se movimentar em Olinda se a ministra de Ciência e Tecnologia e ex-prefeita Luciana Santos não quiser disputa. Nesse caso, há a possibilidade de a deputada Gleide Ângelo entrar na disputa.

“A gente tem Gleide, que é uma deputada, que tá presidindo o partido em Olinda, e que tem uma presença muito forte no município. Há um sentimento até de mudança mesmo através do nome dela, mas ela tem sido muito cuidadosa. Não admitindo nenhuma candidatura, mas ao mesmo tempo também ser descartar. A gente vai chegar na discussão de Olinda com o peso que a deputada tem no município. Ela pode ser candidata? Pode ser candidata. Agora, a gente precisa também entender como é que os outros atores no nosso campo vão se movimentar em Olinda”, disse o presidente do PSB

Imagem de João

O presidente estadual do PSB lembrou que o partido hoje conta com 51 prefeitos em Pernambuco, mas evita fazer a conta de quantos a legenda poderá fazer. Mas quando questionado se a legenda já está com a cabeça em 2026, visto que a imagem do prefeito João Campos, possível candidato a governador em dois anos, vem sendo usada em eventos em todo o Estado, Sileno avaliou que o prefeito é hoje o grande nome do PSB em Pernambuco.

“Em 2012, o governador Eduardo Campos se deslocou pouquíssimo, mas a imagem dele estava em vários lugares. Naquele momento ele era a maior liderança do partido. Como foi lá atrás Doutor Arraes, que também não tava em todo canto. João Campos é o maior nome do partido. É o prefeito melhor avaliado do Brasil. Tá fazendo uma revolução aqui no Recife. Tem uma tem um alto índice recorde de aprovação aqui no Recife é um ativo do PSB. Então é normal que a imagem dele seja utilizada”, acrescentou Sileno Guedes.

Sem salto alto

Indagado de o uso de todos esses elogios para se referir ao prefeito não poderia ser confundido com salto alto, Sileno fez questão de rebater.

“De forma nenhum. Quem ouve João falar, seja a sua rede social, seja nas falas públicas que ele faz, a recomendação dele.. o próprio comportamento, se tem uma coisa que não combina com João é a falta de humildade”, destacou Sileno Guedes.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Uma resposta

  1. Boa tarde a todos.
    Olindense por adoção, vejo q a vinda da Min. Luciana Santos como candidata ao cargo de prefeito, não seria saudável pro município, pois já esteve à frente por 8 anos e pouco fez. É hora de oxigenar o executivo com novos nomes, Olinda precisa de mudança verdadeira e profunda, urgente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp