Jaboatão oferece assistência em saúde e apoio jurídico às vítimas do acidente em Marcos Freire

Jabotão

A Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes realizará, nesta sexta-feira (5), um mutirão em assistência à saúde voltado às vítimas e familiares do atropelamento ocorrido em Marcos Freire, no último domingo. Serão oferecidos atendimentos médico, psicológico e de enfermagem.

O município também firmou parceria com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), a Defensoria Pública e o Sindicato dos Corretores de Seguros (Sincor) para assegurar orientação e suporte jurídico a essas pessoas, na próxima terça-feira (09). Ambos ocorrerão na Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Adelaide Pessoa Câmara, das 8h às 12h, em Marcos Freire.

“Desde o primeiro momento, nossa prioridade tem sido amparar essas pessoas. De imediato, mobilizamos 19 viaturas do Samu e do Corpo de Bombeiros para o socorro. Em seguida, encaminhamos equipes da Guarda, da Defesa Civil, da Assistência Social e da Saúde ao local. Disponibilizamos apoio psicológico e auxílio-funeral. Percorremos diversas unidades de saúde do Estado fazendo mapeamento das vítimas e de seus familiares. E continuamos nos hospitais diariamente dando suporte a qualquer necessidade, como a de mobilizar doadores de sangue. Essas novas ações reforçam o compromisso de nossa gestão em estar ao lado das vítimas e de suas famílias, oferecendo todo o apoio possível”, declara o prefeito Mano Medeiros.

A secretária municipal de Saúde, Zelma Pessôa, explica que, durante o mutirão, quatro psicólogos vão estar à disposição das vítimas e familiares interessados em apoio à sua saúde mental, e já farão uma triagem para os que precisam de tratamento contínuo.

“A partir do dia 11, teremos um profissional para atendimento a essas pessoas todas as quintas-feiras, das  8h às 14h, na Unidade de Saúde da Família (USF) Odorico Melo. É um momento muito sensível, em que o acolhimento se faz necessário”, observa Zelma.

Ao todo, 34 pessoas ficaram feridas e cinco morreram no acidente, provocado por um micro-ônibus desgovernado que presta serviço de transporte complementar a Jaboatão, mas estava fora da operação no dia.

Indenizações

Outra necessidade identificada pelo município junto às vítimas e familiares é a de assegurar que todos tenham conhecimento a respeito de seus direitos a indenizações e seguros e ajudá-los a reivindicá-los.

O presidente do Sincor, Carlos Valle, explica que há possibilidade de vários tipos de indenização pelo INSS, seja segurado ou não, a depender de diversas variáveis, como a família ter renda ou não, ter idosos ou pessoas com deficiência.

Outra possibilidade é reivindicar o seguro DPVAT (Danos Pessoais por Veículos Automotores). Criado em 1974, pela Lei n° 6.194/74, ele tem o objetivo de amparar as vítimas de acidentes de trânsito em todo o território nacional, não importando de quem seja a culpa. Ele prevê indenização de até R$ 13,5 mil, em caso de morte ou invalidez permanente e de até R$ 2,7 mil para  reembolso de despesas médicas e hospitalares.  “Embora o pagamento do seguro esteja suspenso, entendemos que ele é devido e voltará a ser feito em breve, mas é necessário requerer judicialmente. Por isso vamos dar todas as orientações necessárias”, salienta Carlos Valle.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp