Entidades realizam Ato em frente ao Armazém Coral, em Olinda, para condenar racismo contra professor Eduardo Nogueira  

O episódio de prática racista ocorrido no Armazém Coral de Olinda, em 6 de janeiro passado, contra o professor da Rede Estadual de Educação Eduardo Nogueira será motivo de um ato, nesta quarta-feira (17), organizado por diversas entidades que combatem o racismo e as práticas discriminatórias.  

A manifestação está programada para ocorrer a partir das 9 horas da manhã, em frente ao Armazém Coral do Bairro Novo, Olinda.  

Diversas entidades populares e sindicais estarão presentes, incluindo o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação de Pernambuco (Sintepe), ao qual Eduardo é filiado. Participarão também do protesto o Sinpmol, Metalúrgicos, MNU, CEN, entre outras entidades e movimentos sociais.

O episódio

O professor Eduardo Nogueira foi acusado de roubo e teve que comprovar a compra de uma boia de caixa d’água. Ele foi abordado pelo segurança e pelo gerente da loja na saída do estabelecimento e teve que mostrar que havia pago pelo produto que estava em sua mochila, juntamente com a nota fiscal.

Eduardo recusou-se a abrir a mochila sem a presença de uma testemunha que não fosse um funcionário da loja. Um casal que estava no estabelecimento ofereceu-se como testemunha, e foi quando Eduardo apresentou a nota fiscal, comprovando o pagamento do produto.  

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp