Armando defende empregos no Brasil com taxação de compras internacionais

O Conselheiro da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro, defendeu nesta quarta-feira (29), durante entrevista, a manutenção de empregos no país com a aprovação na Câmara dos Deputados do projeto de lei que prevê a aplicação do imposto de importação para compras no exterior de até US$ 50 (cerca de R$ 250 pela cotação atual) por pessoas físicas em sites internacionais.

Para Armando, quem produz e gera empregos no Brasil está enfrentando uma concorrência injusta de empresas estrangeiras. Ele acredita que a nova medida de imposto é essencial para corrigir essas desigualdades no mercado.

“Do ponto de vista tributário, essa medida corrige a desigualdade e o desequilíbrio que existiam antes,” explicou Armando. Ele também afirmou que o Brasil não consegue criar novas vagas de emprego competindo com plataformas on-line de outros países. “O emprego deve ser preservado,” ressaltou.

O ex-senador também destacou como a medida impactará os produtores pernambucanos, especialmente os do setor têxtil de Santa Cruz do Capibaribe e do polo de confecções do Agreste.

“São milhares de postos de trabalho gerados neste polo, que sustentam a atividade econômica na região. O polo vem, pouco a pouco, se desenvolvendo e se modernizando. É um processo. A medida chega para dar sustentação àquela cadeia produtiva e à dedicação e esforço diário de tantas famílias pernambucanas”, defendeu.

Segundo Armando, o Brasil tem muitos desafios pela frente.

“Não podemos resolver toda essa assimetria em um único ato ou medida. O país tem uma agenda de redução do custo Brasil que abrange várias questões, além da tributária. Envolve produtividade, grau de atualização do parque produtivo e custo de capital. A nação tem, em relação à China, desvantagens que não podem ser corrigidas com um único ato governamental. Mas o fato é que essa medida de isonomia tributária já ajuda imensamente a evitar essa sangria e perda de posição no mercado para essas plataformas digitais”, concluiu.

Veja também:

Armando Monteiro Neto se filia ao Podemos e terá ficha abonada por Marcelo Gouveia

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp