Raquel diz contar com a compreensão dos deputados para aprovar projeto original das faixas salariais

Raquel Lyra diz contar com a compreensão dos deputados na questão das faixas. Foto Miva Filho Secom

Momentos após a Comissão de Constituição, Legislação e Justiça (CCLJ) da Assembleia Legislativa (Alepe) aprovar o substitutivo da deputada Gleide Ângelo, alterando o projeto das faixas salarias da Polícia Militar e dos Bombeiros enviado pelo Governo à Casa, a governadora Raquel Lyra disse contar com a compreensão da Alepe para aprovar a matéria da forma que foi apresentada.

Ela acrescentou que se fosse simples acabar com as faixas, “quem criou já tinha resolvido”, numa referência ao Governo Paulo Câmara, que criou a proposta em 2017.

A polêmica das faixas

A proposta do Governo do Estado prevê o fim das faixas salarias dos PMs e bombeiros de forma escalonada, até 2026. Também propõe reajuste de 3,5% este ano; 3,5% em 2025; e 3% em 2026. O substitutivo aprovado pela CCLJ defende a antecipação em um ano, em 2025, do fim dessas faixas.

“A gente tem trabalhado com muita responsabilidade desde o primeiro momento.  O compromisso nosso do fim das faixas salariais permanece. Agora nós fazemos isso com muita responsabilidade. Se fosse algo simples, quem criou já tinha resolvido. Então a gente conta com a compreensão da maioria da Assembleia Legislativa para que o projeto originário possa ser mantido e permitir que a gente possa, finalmente, garantir que a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar merecem”, destacou a governadora Raquel Lyra durante a cerimônia em que anunciou recursos para regeneração da Caatinga.

A governadora disse ter certeza de que a tropa está ao seu lado nesse processo de extinção das faixas salariais.

“Eu sei que a categoria está com a gente. Se você tiver qualquer tipo de pesquisa e de diálogo, os policiais militares e bombeiros militares sabem que nós estamos dando o máximo do nosso esforço, enquanto governo, para garantir 1 bilhão e 800 milhões de reais até 2026 para permitir a extinção das faixas salariais e a reestruturação da carreira do militar de Pernambuco”, finalizou a gestora.

Veja também:

Comissão da Alepe aprova projeto de Gleide sobre faixas salariais

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp