Prefeitura do Paulista monitora nascimento de filhotes de tartaruga no Janga

O município de Paulista é um dos principais locais ninhos de tartarugas-de-pente. Neste sábado, na praia da Enseadinha, no Janga, os moradores das redondezas puderam acompanhar as tartarugas deixando o ninho na areia e caminhando em direção ao mar. Os ovos tinham sido depositados no local havia 45 dias.

O ninho foi monitorado pelos servidores e pesquisadores do Núcleo de Sustentabilidade Urbana (NSU), da Secretaria Executiva de Meio Ambiente do Paulista (Sema), através do Projeto de Monitoramento e Conservação das Tartarugas Marinhas.

Ninhos

O projeto de monitoramento conta com a parceria do SISBIO ICMBIO Centro Tamar, que já identificou mais de 15 ninhos no litoral do Paulista desde o início deste ano. Este foi um dos primeiros ninhos da temporada reprodutiva. Outros dez ninhos ainda vão eclodirnos próximos dias.

Vera Albuquerque, moradora do Janga, ficou admirada com a caminhada das tartarugas.

“Estou muito emocionada com esse espetáculo da natureza. Admiro o cuidado dessas pessoas do projeto, que é muito importante para a preservação desses pequenos animais. É muito importante as pessoas tomarem conhecimento dessas ações para terem mais consciência ambiental”, disse Vera Albuquerque.

Monitoramento

O secretário executivo de Meio Ambiente, Silvio Batista, ressalta a importância do trabalho de monitoramento das tartarugas marinhas.

“Cada caminhada dos filhotes é uma emoção diferente.Vemos as crianças em contato com a natureza. Isso acaba fortalecendo a educação ambiental e consequentemente a preservação dos animais”, afirma Silvio Batista.

Das sete espécies de tartarugas marinhas existentes no mundo, cinco ocorrem no Brasil e quatro no município de Paulista. Sílvio acrescenta que a população pode ajudar na identificação dos ninhos.

“Se você identificar uma tartaruga marinha no momento da desova, não mexa e acione o Núcleo de Sustentabilidade Urbana (NSU) do município pelo número de telefone 99882-8387, ou a Guarda Municipal discando o 153. Ao fazer isso, nossa equipe será acionada e passaremos a monitorar aquele ninho”, concluiu.

Foto: Karlos Lima

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp