Alberto Feitosa condena punição ao Sport após ataque ao ônibus do Fortaleza

O deputado Coronel Alberto Feitosa subiu hoje à tribuna durante sessão plenária da Alepe para repudiar a decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva  de proibir a presença da torcida nos jogos do time pernambucano rubro-negro.

“É um absurdo o time ser punido por um ato de violência que não foi cometido pelo time nem pelo clube. É um ato desproporcional, descabido e arbitrário por parte da Justiça Desportiva. O clube tomou todas as medidas de segurança e não houve  qualquer incidente dentro do estádio. O ato de vandalismo aconteceu a sete quilômetros de distância do estádio, na BR-232″, reforçou Alberto Feitosa.

O parlamentar também lembrou que se trata de uma fragilidade na segurança pública do estado que deveria garantir a integridade dos cidadãos não só  do lado de dentro como do lado de   fora do estádio de futebol. Destacou ainda que uma decisão como esta impacta na economia do estado, pois torcedores que poderiam vir de outro estado para assistir à partida deixarão de ocupar hotéis, de usar táxis e uber, de consumir alimentação.

O incidente

Na última quinta-feira, após a partida entre Sport e Fortaleza, o ônibus do time do Fortaleza foi atacado rodovia BR 232 com bombas e pedras deixando seis jogadores do clube cearense bastante machucados. A fala de Feitosa teve também o apoio de outros parlamentares da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp