Jaboatão faz parcerias para atender aumento de demanda para inserção de DIU, após campanha de sensibilização

Depois de uma campanha de sensibilização realizada pelo município, muitas mulheres estão optando por utilizar o DIU como método contraceptivo no Jaboatão dos Guararapes, em vez de laqueadura e anticoncepcional. Por isso, neste sábado, numa parceria da Secretaria de Saúde com o Instituto Angelus, foi feita a inserção do DIU em 80 mulheres, no Centro de Parto Normal, em Sucupira. Ao todo, são 189 atendimentos nos últimos três meses. E o serviço está sendo gradativamente ampliado.  

A estudante Adrielly Monique foi uma das que optou pelo método.  Aos 18 anos, com uma filha de 11 meses, ela explicou que utilizava injeção para não engravidar novamente.

“Não quero ter mais filhos, mas posso mudar de ideia. O DIU pode nos proteger por dez anos, melhor do que tomar uma bomba de hormônio todo mês. Mas é bom ter consciência de que a camisinha também previne contra doenças”, destacou Adrielly Monique.

A secretária de Saúde do município, Zelma Pessôa, explicou que Jaboatão firmou parceria com o Instituto Ângelus Saúde, que capacita enfermeiros, e com o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-PE), depois que o Ministério da Saúde autorizou a categoria a realizar a inserção do DIU, em dezembro passado, desde que tenham a qualificação necessária.

“O Diu é o segundo método contraceptivo mais eficaz, ficando atrás apenas da laqueadura. E percebemos que era necessário derrubarmos mitos a seu respeito. Com isso, o número de mulheres interessadas se multiplicou e estamos ampliando o serviço”, salientou Zelma Pessôa.

A coordenadora de Saúde da Mulher, a enfermeira Samara Brelaz, ressalta que o procedimento é simples, rápido e seguro.

“As pacientes têm acesso pelo Sistema Único de Saúde, basta procurar uma unidade de saúde e aguardar o encaminhamento. A inserção do DIU (uma pequena estrutura em formato de T em cobre) leva poucos minutos, mas antes nós realizamos um teste de gravidez, por precaução. E as mulheres recebem todos os esclarecimentos e orientações necessários, é uma ótima alternativa”, afirmou Samara Brelaz.

Foto: Matheus Britto/PMJG

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp