Waldemar Borges critica decisões tomadas pelo Governo Raquel Lyra

A volta das reuniões plenárias da Assembleia Legislativa foi marcada por críticas à gestão da governadora Raquel Lyra. O deputado estadual Waldemar Borges, falou em seu pronunciamento, sobre algumas medidas que a gestora vem tomando e que tem causado surpresa nas pessoas que acompanham as gestões estaduais em todo o país.

“Desde o início de seu governo, quando exonerou todos os cargos comissionados, instalou-se um caos administrativo em Pernambuco. Essa medida foi responsável por parte da paralização da administração do estado e até hoje pagamos o preço desse ato.  Em todas as áreas Pernambuco teve uma piora expressiva, graças a essa e a medidas administrativas equivocadas, como por exemplo a centralização dos processos licitatórios”, disse Waldemar Borges.

Em seguida, o deputado colocou que o resultado disso é que todos os números refletem a queda da qualidade do serviço público, uma parte atribuída a essa lacuna gerada com a exoneração desses cargos comissionados.

“Situações que deveriam ser tratadas como exceção, a governadora tratou como se fosse regra e exonerou todo mundo”, enfatizou o socialista, para logo depois criticar a piora dos indicadores sociais de Pernambuco em áreas como saúde, educação e segurança.

Limite

Waldemar Borges salientou que a decisão da governadora de mandar voltar ao Governo do Estado todos os servidores que estão cedidos às prefeituras extrapolou a linha do razoável.

“Não é possível que a governadora não consiga avaliar as consequências que esse seu ato trará a muitas prefeituras de nosso estado, retirando delas profissionais que respondem por funções estratégicas das suas administrações. Ela deve saber a importância da colaboração que deve existir entre as diversas esferas governamentais, uma vez que ela própria requisitou vários profissionais do governo federal”, lembrou Waldemar Borges.

Ao final, o deputado manifestou sua solidariedade aos prefeitos de Pernambuco, sendo aparteado pelos deputados José Patriota, João Paulo, Gleide Ângelo, Coronel Alberto Feitosa e Gilmar Júnior, que também criticaram o Governo Raquel Lyra.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp