O efeito multiplicador de votos e propostas das redes sociais

Márcio Didier

Presidente da principal comissão da Assembleia Legislativa, a de Constituição, Legislação e Justiça, o deputado estadual Antônio Moraes encerrou o ano de 2023 com um recorde de apreciação de projetos de parlamentares no colegiado. Mais de 1.500 propostas passaram pela análise na CCLJ. Um número absurdo, principalmente se comparado com os último quatro anos da Casa, em que tramitaram apenas 500 matérias. Isso mesmo, o número não está errado. Em um ano foram protocoladas 1.000 matérias a mais do que os quatro anos anteriores.

O crescimento assustador no número de propostas tem a ver com a renovação na Casa, mas também, na análise de Moraes, se deve à incorporação cada vez maior das redes sociais na atividade parlamentar. A atual legislatura sofreu uma ampla renovação e os novos deputados dessa geração interage com os seus eleitores e são cobrados a mostrar serviço, apresentando propostas em série que contemplem o segmento que o elegeu.

História

Desde a eleição de Barack Obama, em 2008, considerado um marco no uso das redes sociais, que a política vem se utilizando dessa ferramenta para catapultar nomes ou sepultar reputações, através das fake news.

No Brasil, as redes sociais são terreno fértil para a política. Mais de 83% dos brasileiros utilizam ao menos uma delas. E dos usuários, mais de 93% apontam o WhatsApp como a plataforma preferida.

Por isso, cada vez mais os políticos procuram se mostrar gente como a gente no Instagram, Facebook, Youtube, compartilhando pelo WhatsApp… É um misto de compromissos de trabalho, misturado com dicas culinárias e dancinhas e por ai vai.

Tudo em busca de uma curtida hoje, para conquistar o voto de amanhã. Eleito ou reeleito, começa tudo de novo. Afinal, nas redes sociais a empatia é instantânea. Mas o feed é efêmero, e tem que ser alimentado constantemente, para não cair no esquecimento.

P. S. Neste domingo (28) o marciodidier.com.br traz a entrevista completa com o presidente da CCLJ da Alepe, Antônio Moraes

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O EDITOR
Márcio Didier

Márcio Didier é jornalista, formado pela Universidade Católica de Pernambuco, com passagens pelo Jornal do Comércio, Blog da Folha e assessoria de comunicação

ANUNCIE AQUI
Galeria de Imagens
Mande sua pauta e se cadastre
Enviar via WhatsApp